Follow by Email

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Fevereiro



Oração para o novo Pontífice


Na Celebração Eucarística, após a Comunhão, a assembléia reza esta oração.

Ó Pai, doai a Vossa Igreja um Pontífice com um coração grande e rico de sabedoria evangélica, para que na sucessão apostólica, guie o Vosso povo peregrino sobre a terra, rumo a felicidade eterna.


Concede-lhe de presidir na caridade a comunhão entre os crentes, e de ser por toda a humanidade um ponto de referencia seguro para os valores da vida, da dignidade da pessoa e o verdadeiro bem de todos os povos. Amem

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Na oração dos fieis ou nas invocações das Laudes e na intercessão das Vésperas se acrescenta a intenção “pro-eligendo Pontifice”.



Pela eleição do novo Pontífice: o Espírito Santo ilumine os senhores Cardeais na escolha de um pastor, ‘aceito pela santidade de vida e totalmente consagrado ao serviço do Vosso povo’, para que a Igreja e o mundo tenham nele uma referencia segura pela doutrina e sabedoria evangélica




Renúncia ao pontificado
O verdadeiro discípulo não serve a si mesmo ou ao “público”, mas ao seu Senhor, na simplicidade e na generosidade: “E o teu Pai, que vê no escondido, te dará a recompensa” (Mt 6,4.6.18). O nosso testemunho então será sempre mais incisivo quando menos buscarmos nossa glória e formos conscientes que a recompensa do justo é o próprio Deus, o ser unido a Ele, aqui, no caminho da fé, e, ao término da vida, na paz e na luz do encontro face a face com Ele para sempre (cfr 1 Cor 13,12).

Homilia de Bento XVI na Missa de Quarta-feira de Cinzas -13/02/13

Atitude do Papa foi corajosa, humilde, simples; uma atitude – por ele mesmo dita – rezada e meditada, um ato de amor para a própria Igreja


  OBRIGADA SANTO PADRE!

 
Joseph Ratzinger, que confirma ser um papa extraordinário também com esta sua saída de cena, certamente carregou a cruz do ministério petrino sofrendo muito e dando tudo de si mesmo (não lhe faltaram nem incompreensões, nem desprezo).


“Esta tarde queremos dar graças a Deus pelo caminho que toda a Igreja fez sob a orientação de vossa santidade e queremos dizer-lhe do mais fundo do nosso coração, com grande afeto, comoção e admiração: obrigado por ter-nos dado o luminoso exemplo de simples e humilde trabalhador na vinha do Senhor”, concluiu.
 
Cardeal Bertone, homenageia Bento XVI, durante Missa
"Todos nós compreendemos que é o amor profundo que vossa santidade tem por Deus e pela Igreja que o levou a este ato, revelando a pureza de alma, a fé robusta e exigente, a força da humildade e a mansidão, juntamente com uma grande coragem, que marcaram cada passo da sua vida”.
 Cardeal Bertone, homenageia Bento XVI, durante Missa
"porque há uma força que não reside em nosso coração, mas que brota do coração do próprio Deus. É a força da sua misericórdia. O retorno ao Senhor é possível como graça, porque é obra de Deus e fruto da fé que nós repropomos em sua misericórdia"

Quarta-feira de Cinzas: Bento XVI preside última Missa solene



Festa da Apresentação do Senhor




Domingo, 03 de fevereiro de 2013
Bento XVI lança três convites a consagrados, durante celebração da Festa da Apresentação do Senhor
«Hoje, com Simeão e Ana, contemplamos o Divino Menino,
o Verbo feito Carne, que é conduzido ao Templo.
Aquele que foi dar cumprimento à Antiga Lei,
como plenamente homem, fez alegrar o coração do povo
que esperava o Messias prometido, como Divino Filho Encarnado»
(S. João Crisóstomo)


Em “espírito de reconhecimento e de comunhão” com as centenas de representantes dos Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica, o Papa disse que para entrar plenamente na “Porta da fé”, que está sempre aberta para nós, é preciso, em primeiro lugar, que alimentem a fé que ilumina sua vocação:

“Que a proximidade a Cristo desperte o desejo e a alegria de compartilhar a vida, as escolhas, a obediência da fé, a bem-aventurança dos pobres e o amor radical”.


O segundo convite é “a uma fé que saiba reconhecer a sabedoria da fraqueza, diante das alegrias e aflições do tempo presente, em que a dureza e o peso da cruz se fazem sentir”.
 
Enfim, o terceiro chamado: “Convido-os a renovarem sua fé que os torna peregrinos em direção do futuro. Religiosos e religiosas não se devem unir aos profetas da desgraça que proclamam o fim ou a insensatez da vida consagrada na Igreja de hoje. Vistam-se de Jesus Cristo e usem as armas da luz” – concluiu o Papa.

Bento XVI explicou o significado da bênção e da procissão de velas do início do rito, quando os membros das congregações religiosas fazem a profissão pública de votos de castidade, pobreza e obediência:

“Este sinal, específico da tradição litúrgica desta festa, é muito expressivo. Manifesta a beleza e o valor da vida consagrada como reflexo da luz de Cristo”.

O Dia Mundial do Consagrado é celebrado anualmente em concomitância com a festa litúrgica da Apresentação do Senhor, quando se evoca o momento em que Jesus, pequeno, foi simbolicamente oferecido a Deus no templo de Jerusalém, de acordo com a tradição judaica.





Intenções do Apostolado da Oração: fevereiro

Geral: Para que as famílias migrantes, especialmente as mães, sejam ajudadas e acompanhadas em suas dificuldades.


Missionária: Para que as populações que enfrentam guerras e conflitos possam ser protagonistas na construção de um futuro de paz.

Dos Bispos: Para que as pessoas consagradas dêem testemunho que seguir a Cristo com coração livre e ardente no serviço aos irmãos, conduz a verdadeira alegria.


Mariana: Para que a Virgem Maria seja sempre o nosso modelo e a nossa guia no saber reconhecer e acolher, a cada dia da nossa vida, a presença de Deus, Salvador nosso e de toda a humanidade.

Sacerdotal: Coração de Jesus, que os sacerdotes sejam antes de cultos, eloqüentes e informados, sacerdotes santos e santificadores.