Follow by Email

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Mês de Novembro



Fatos da vida... (carta de um sacerdote para sacerdotes e não...)
Estamos aqui porque não há nenhum refúgio onde nos escondermos de nós mesmos

Enquanto uma pessoa não se confrontar consigo mesma nos olhos e nos corações dos outros, foge.

Enquanto não permite de compartilhar os seus segredos, não há como escapar.

Temeroso de ser conhecido não pode conhecer-se nem os outros, estará só.

Em que outro lugar se não nos nossos pontos comuns podemos encontrar um espelho igual?

Aqui junto a uma pessoa pode então se manifestar claramente a si mesma não como o gigante dos seus sonhos nem o anão dos seus temores, mas como um homem parte de um todo com a sua contribuição a oferecer.

Neste terreno todos nós podemos lançar raízes e crescer não sós com na morte, mas vivos para nós mesmos e para os outros.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------------------------------------------




Geral: Pelas Igrejas orientais católicas, a fim de que sua venerável tradição seja conhecida e estimada como riqueza espiritual para toda a Igreja.

Missionária: Para que o continente africano encontre em Cristo a força de realizar o caminho de reconciliação e de justiça, indicado no Segundo Sínodo dos Bispos para a África.

Dos Bispos: Para que o Espírito do Ressuscitado nos ajude a celebrar na fé a memória dos irmãos falecidos, mantendo fixo o olhar no Reino, última meta do nosso peregrinar terreno.

Mariana: Para que a Rainha dos Santos, suscite, forme e coroe os nossos propósitos de bem.

Sacerdotal: Coração de Jesus, que os sacerdotes em meio de seus afazeres diários, descubram a mão amiga de Deus e dêem testemunho de seu amor, transformando seu cansaço em um canto de louvor ao Criador.